renerprene.com.br

Vazamentos industriais: Não deixe para amanhã o que pode vazar hoje

Vazamentos industriais: Não deixe para amanhã o que pode vazar hoje

Vazamentos industriais são muito perigosos. Não apenas para a produção, mas também para a segurança dos trabalhadores da indústria. A origem dos vazamentos pode ter diversas causas. Entretanto, falta de manutenção e troca de peças após desgaste total são os motivos mais frequentes.

Dessa forma, é importante dar toda atenção à vedação em borracha. Segundo dados da Yakult, cerca de 6,5% de todo material processado na indústria é desperdiçado por falta de manutenção, vazamentos ou não reposição imediata de peças. Por isso, cuide da sua manutenção e nunca use as peças até o desgaste total! Além disso, leia o artigo que preparamos sobre o tema!

O efeito dos vazamentos industriais nos produtos

Vazamentos e processos industriais não combinam. O uso da vedação em borracha até o seu limite, pode fazer com o que o equipamento estrague ou perca a sua performance. Portanto, fique sempre atento às suas condições de uso. Afinal, a questão poderá afetar seriamente a produção industrial.

No setor de alimentos, um vazamento pode provocar sérias intoxicações. Já no setor farmacêutico, o perigo, entre outras coisas, são as infecções. Em síntese, além de prejudicar a qualidade do produto, o vazamento pode causar um grande prejuízo financeiro. E esses são apenas alguns exemplos.

Entretanto, você pode evitá-los! Para isso, nunca se esqueça que a troca e manutenção das vedações em borrachas é fundamental!

Vazamentos industriais: quanto tempo dura uma vedação?

Com o uso, a vedação em borracha se desgasta. Ela pode ressecar, ficar menos flexível, assim como perder sua funcionalidade. O tempo de duração do item é incerto, mas há fatores que influenciam muito na resistência da vedação em borracha. Por exemplo: o tempo de uso do item, sua higienização e sua exposição a diversos fatores, como umidade, luz, e radiação.

Quer entender melhor? Considere a hipótese da vedação durar 6 meses quando higienizada pelo método CIP (limpeza no local, sem desmontar o equipamento). Agora, acompanhe as possibilidades:

1. Vedação em borracha de alta qualidade:

Se submetida a um desgaste normal, dura aproximadamente 5 meses e meio. Mas quando submetida a um desgaste acima do normal, o tempo de duração pode cair para 4 meses e meio

2. Vedação em borracha de baixa qualidade:

Dura, em média, 3 meses sob um desgaste normal. Entretanto, dura apenas cerca de 2 meses quando sofre um desgaste acima do normal.

É claro que tudo isso é apenas uma hipótese. Pois, como dito anteriormente, o tempo de duração da vedação é bastante impreciso.

O que fazer para evitar o problema?

A vedação de um equipamento é coisa muito séria. Sobretudo, porque o problema afeta o funcionamento da indústria, causando prejuízos e acidentes sérios. Por mais durável que seja a vedação, todas elas se desgastam com o uso. Por isso, é preciso cuidar dela com atenção.

Mas afinal, como cuidar da vedação e evitar vazamentos industriais? A Rener Prene separou as melhores dicas. Veja:

1. Invista em elastômeros de qualidade para suas vedações:

Para evitar futuros vazamentos, use o material certo para as suas necessidades. Além disso, busque um fornecedor de confiança.

2. Jamais use as peças até o desgaste total

“Não deixe para amanhã o que pode vazar hoje”. Em outras palavras: respeite o tempo de uso das suas vedações.

3. Verifique as peças periodicamente

Faça a verificação periódica das peças de vedação. Observe se elas estão limpas, sem desgastes e em condições de uso.

4. Invista em manutenção

A manutenção é a melhor maneira de evitar os prejuízos dos vazamentos industriais.

Por isso, não vacile!

Precisando trocar a vedação desgastada? Anote nossas dicas e conte sempre com a RENER PRENE! Entre em contato e nós te ajudamos com essa tarefa tão importante!

Telefones: (11) 2334-2422

WhatsApp: https://bit.ly/WhastAppRenerPrene

Email: vendas@renerprene.com.br

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Em que podemos te ajudar?