renerprene.com.br

O que estraga uma borracha?

O que estraga uma borracha?

Você sabe o que estraga uma borracha? Afinal, quando isso acontece, tudo desanda. Por isso, fique bem atento a esse item.

Escolher mal a vedação em borracha compromete a qualidade e a segurança de muitos processos. Portanto, é preciso conhecer bem as necessidades de cada área. Pois, cada indústria (laticínios, alimentos, cervejeiros, vinícolas, jateamento e pintura) exige um tipo de vedação específica. 

Leia o artigo da RENER PRENE e entenda mais sobre o assunto.

Então, o que estraga uma borracha?

A borracha danificada causa problemas às vedações e em processos importantes. Por isso, escolha a borracha certa, cuide da manutenção e use itens de qualidade. 

O que danifica uma borracha: a vedação certa para cada segmento

A vedação e a escolha certa da borracha são fundamentais para os processos produtivos. Ou seja, cada segmento precisa da aplicação certa para ele.

Nesse caso, na hora da escolha, considere as características e necessidades de cada um deles. Veja os exemplos:

  • Borracha NBR: essa é uma borracha coringa. Tem um custo baixo e encara diversos tipos de óleos e solventes. Além disso, é resistente ao “esfrega-esfrega”. Por isso, é muito usada em vedações de pistões e anéis o’ring;
  • Borracha FKM:  é mais cara (o ouro das borrachas). Porém, suporta bem temperaturas altas. É mais resistente a solventes e óleos que o NBR.
  • Borracha EPDM:  lida bem com ácidos e ozônio. Além disso, suporta as variações de temperatura. Em algumas formulações ela pode ir de -60ºC até 130ºC.
  • Silicone: é sintético e derivado da Sílica. Tem um ótimo balanço entre suas propriedades químicas e mecânicas. Por essa razão é resistente a temperatura e muito usada em várias aplicações industriais.

Outros pontos sobre o que estraga a borracha:

Cada borracha tem um superpoder:

Isso quer dizer que cada uma delas resiste bem a um fator. Quer exemplos? A borracha fluorada (FKM) é resistente à temperatura. Já a borracha natural (NR), é altamente resistente rasgos. Dessa forma, o que danifica cada tipo de elastômero varia.

Látex e as indústrias alimentícias e farmacêuticas 

Primeiramente, para falar sobre a importância da borracha ideal, é bom saber que algumas devem ser evitadas em certos segmentos. Como o látex, encontrado na borracha Natural.

Seu uso é proibido nas indústrias alimentícias, farmacêuticas e de bebidas.  Isso porque, segundo as normas, o material é tóxico e causa contaminação cruzada e alergias. Assim, é preciso emitir certificados de que as vedações adquiridas são isentas de látex.

Agora, vamos entender o que pode deteriorar o elastômero e como evitar que isso aconteça. 

O que estraga a borracha: principais inimigos

Os principais inimigos da borracha são os raios UV (sol) e a temperatura. Ainda que alguns tipos sofram mais e outros menos, todos são afetados por eles em algum grau. 

Os raios e as variações de temperaturas (tanto positiva, como negativa) aceleram o envelhecimento e a decomposição da borracha. Dessa forma, ela fica mais ressecada e deteriorada.

O que fazer para não estragar a borracha

Cuidados que podem evitar a dor de cabeça de uma borracha estragada:

  • Limpe frequentemente;
  • Use os produtos certos para limpar; 
  • Use itens de qualidade;
  • Faça manutenção.

Lembre-se: o mais caro nem sempre é o melhor. Uma vez que você descobre o que estraga uma borracha, entende a importância de optar por produtos de qualidade.

E não esqueça que a RENER PRENE está aqui para te ajudar a escolher a borracha certa! Por isso, entre em contato conosco!

Telefones: (11) 2334-2422

WhatsApp: https://bit.ly/WhastAppRenerPrene

E-mail: vendas@renerprene.com.br

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Em que podemos te ajudar?